Dia de mais uma vez falar sobre a pequena Alice

Há exatos 2037 dias, recebi o maior presente de minha vida. Nascia a minha primeira filha. Esperada, sonhada, planejada…, amada. Alice, como eu e minha esposa havíamos escolhido, seria o nome da princesa.

Mas ela veio com uma novidade, algo inesperado e desconhecido para nós. Alice chegou naquele 22 de agosto e trouxe junto consigo um algo a mais: a Síndrome de Down.

Confesso que, a nossa primeira reação, como acontece na maioria dos casos, foi de perplexidade. De mudança nos planos e sonhos preparados durante todas as semanas de gravidez. Vivemos a negação, o luto, a aceitação e a luta.

Ao chegarmos em casa, algumas perguntas se repetiam: e agora? Como faremos? Como conviver com essa nova situação? Mas depois de olhar para aquele ser lindo, amado ao extremo, totalmente dependente de nós, não poderia ser outra a decisão: Amar com todas as nossas forças e fazer tudo para que ela seja feliz.

O tempo foi passando e ela crescia. Descobrimos que não tinha nada de diferente em criar uma criança com SD. Ela sorria, brincava, dava e gostava de receber carinho e aprendia a cada instante. Por nossa vida passaram dezenas de pessoas mais que especiais. Profissionais das mais diversas áreas, que não só cuidavam de Alice, mas nos davam toda a atenção e carinho, deixando-nos cada vez mais certos de que toda a luta estava valendo a pena.

E assim tentamos a cada dia, tropeçando, errando, mas acima de tudo amando e aprendendo com a pequena Alice.

Ela aprendeu andar, ou melhor, a correr (risos). E como tem energia. Começou a falar várias palavras, ainda meio enrolada, mas tudo há um tempo. Veio a escola, e aí uma explosão de saber. Como avança essa pequena. Um carinho muito especial com todos os profissionais da escola que a acolheram e a fazem se sentir em casa. Cada coleguinha uma pessoa amada por Alice. Como cuidam dela. Cada familiar desses meninos e meninas pelo amor com nossa pequena.

Sei que tem muita novidade ainda por vir. As descobertas são diárias. Mas estamos nos preparando para acolhe-las.

Neste 21 de março, não posso deixar de manifestar um agradecimento enorme a Deus por me permitir sentir um amor tão incondicional que me transformou. Me fez pensar na vida de forma diferente. Me fez AMAR sem limites esta criança.

Também tenho certeza que os obstáculos continuarão vindo. Mas juntos vamos superar. Como diz Alice, a “CASA DE NÓS TRÊS” está pronta para encarar os desafios.

Pais e mães de crianças com Síndrome de Down, só posso dizer a mesma frase que uma amiga me disse: “Deus não mandaria ela para vocês se vocês não fossem fortes para recebê-la”. Como isso me fortaleceu. E a frase que recebi de uma pessoa, que mal nos conhecia e que foi uma das primeiras a perceber que Alice era Down: “Deus escolhe os melhores soldados para as maiores batalhas”. Nossa, como isso dá força.

Vamos juntos dar a esses meninos e meninas tudo o que eles merecem e tem direitos. As lutas são diárias, mas somente juntos superaremos.

Que o 21 de março seja de reflexão e luta para todos nós. Deus abençoe a todos!


Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsHelp Chat Button Install this code on every page of the website before the closing tag: