Participe do VII Congresso Brasileiro sobre Síndrome de Down

família-3-Cópia-300x300A troca de experiências e aprendizados e a divulgação de novos conhecimentos e pesquisas vão movimentar o VII Congresso Brasileiro sobre Síndrome de Down, que será realizado em Curitiba, Paraná, entre os dias 15 a 17 de outubro.  O evento, realizado pelo Associação Reviver Down e pela Federação Brasileira de Associações de Síndrome de Down (FBASD), contará com uma programação ampla, incluindo cursos, workshops, oficinas, conferências, simpósios e rodas de conversa, contemplando assim uma grande diversidade de temas. De acordo com Noemia da Silva Cavalheiro, assistente social e presidente do Congresso, o evento terá a participação efetiva de pessoas com síndrome de Down, seja na recepção do Congresso, seja coordenando conferências, palestras e mesas-redondas. “Hoje trabalhamos para que os jovens sejam protagonistas e autodefensores da causa”, afirma. Confira a conversa que tivemos com Noemia sobre o Congresso, expectativas e importância de se discutir a síndrome de Down.

 Qual o tema central do Congresso?

Novos Conceitos e Novas Atitudes.

Qual o objetivo do VII Congresso Brasileiro sobre Síndrome de Down?

O Congresso abrange diversos pontos:

– Disseminar o conhecimento e a visibilidade sobre a síndrome de Down;

– Avançar o debate a nível nacional sobre a inclusão em todos os níveis da sociedade e discutir a real autonomia e independência das pessoas com a trissomia;

– Identificar barreiras da sociedade, de familiares de pessoas com síndrome de Down e de profissionais para o efetivo cumprimento da Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência;

-Promover o intercâmbio de conhecimento ciêntífico e experiências entre e familiares do Brasil e do exterior.

Quem pode participar?

Podem participar:

– Profissionais dos setores de saúde, educação, direito, comunicação e áreas afins;

– Especialistas e pesquisadores da área com destaque nacional e internacional;

– Pais, familiares e pessoas com síndrome de Down;

– Estudantes de todas as áreas, pessoas com deficiência e interessados pelo tema.

Qual é a proposta da programação paralela do Congresso?

A proposta do Congresso e os demais eventos paralelos é, principalmente, impulsionar os debates sobre estudos, práticas e vivências com profissionais de diversas áreas, estudiosos, pesquisadores, famílias e as pessoas com síndrome de Down, tendo como referência Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Cabe ainda destacar que a realização deste evento possibilita o surgimento de novos campos de pesquisa de desenvolvimento visando a atualização de novas técnicas de terapias disponíveis, a busca de melhores alternativas para o desenvolvimento de crianças, jovens e adultos e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.

O II Encontro Latinoamericano abordará a troca de conhecimentos entre os países da America Latina sobre desenvolvimento de pesquisas a respeito da síndrome de Down. O I Encontro de Famílias dará oportunidade para as famílias compartilharem suas alegrias, preocupações e estratégias e promoverá a troca de experiências em geral. O IV Encontro de Irmãos oferecerá diversas oficinas culturais, buscando assim promover a importância do diálogo entre irmãos de pessoas com síndrome de Down e a troca de experiências entre os mesmos, dessa forma compreendendo que não estão sós.

Quem são os palestrantes e realizadores de oficinas, workshops e cursos?

Tentamos alcançar todas as áreas tanto nacionalmente quanto internacionalmente. O Congresso contemplará grande diversidade de temas para debates, reunindo os múltiplos aspectos que instrumentalizarão os profissionais e familiares para para assim lidar melhor com pessoas com síndrome de Down.

Por que é preciso discutir síndrome de Down no Brasil?

Os progressos alcançados pelas pessoas com síndrome de Down no Brasil são inegáveis. Para que esses progressos se multipliquem e que, cada vez mais, as pessoas com a trissomia sejam reconhecidas e respeitadas enquanto cidadãos capazes de contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade mais digna e justa, torna-se imprescindível a realização de eventos como este.

Qual a expectativa para o Congresso deste ano e o que pode ser esperado pelo público?

Esperamos um público de mais ou menos 2 mil pessoas. Iremos apresentar muitas novidades em pesquisas e contaremos com a participação ativa dos jovens em vários setores, como na recepção do evento, na abertura do Congresso e na participação de seminários como palestrantes. Teremos um palco cultural, uma feira onde as associações de todo o Brasil poderão vender os seus produtos, exposição de arte realizada por pessoas com síndrome de Down, jovens autores com a trissomia autografando seus livros e muitas outras atrações. As pessoas com síndrome de Down terão participação ativa nesse Congresso, afinal, o Congresso é deles.

Para saber mais informações sobre o VII Congresso Brasileiro sobre Síndrome de Down e como participar, acesse: http://www.movimentodown.org.br/2015/07/vii-congresso-brasileiro-sobre-sindrome-de-down/

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsHelp Chat Button Install this code on every page of the website before the closing tag: